quarta-feira, outubro 14, 2009

Blog Action Day: um dia sem sacola plástica


Você imagina o que acontece com as sacolas plásticas que pegamos nos supermercados para acondicionar nossas compras, quando as jogamos no lixo?

Algumas vão direto para aterros sanitários, onde levam mais de 300 anos para decompor. Outras, jogadas nas ruas, entopem bueiros e provocam enchentes nas áreas urbanas. Outra parte, ainda, é ingerida por milhares de espécies animais – em terra ou no mar – provocando-lhes asfixia e morte. As estimativas são de que, todos os anos, a ingestão de plásticos causa a morte de cerca de um milhão de aves marinhas, cem mil mamíferos e inumeráveis peixes.

O consumo de sacos plásticos no mundo atinge números assustadores: 500 bilhões por ano, isto quer dizer 1,5 bilhão por dia ou 1 milhão de sacos plásticos por minuto. Imagine essa quantidade vagando pelo planeta. Os dados são da Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo, que afirma ainda que no Brasil são produzidos anualmente 210 mil toneladas de filme plástico, com o qual são fabricadas as sacolas. As estimativas revelam que os brasileiros jogam fora, todos os meses, um bilhão delas, o que dá uma média de 66 unidades para cada consumidor.

Alguns supermercados, atentos às tendências comportamentais dos consumidores, já estão oferecendo/vendendo as sacolas retornáveis, estimulando o consumo consciente.

E você, vai ficar aí parado?

Dia 15 de Outubro é o Blog Action Day, dia em que blogueiros de todo o mundo se juntam para mobilizar a sociedade em prol de uma causa. Esse ano, as mudanças climáticas.

A partir da iniciativa do Thiago, do Minas Ambiente, Dilze, do Coisas de Sampa e do Diêgo, do E esse tal Meio Ambiente?, nessa data um desafio é proposto: um dia sem sacola plástica. E aí? Vai ficar aí parado? Junte-se a nós. Mobilize. Faça parte desta ação e repasse aos seus amigos!

Não vamos deixar que o plástico sufoque o Planeta.
Recuse sacolas de plástico. Use sacolas de pano.

sexta-feira, outubro 09, 2009

Conquitas....Fruto de um Trabalho bem Feito!!!

Santo André, 3 de outubro de 2009
[Para publicação a partir do 5 de outubro de 2009]
Jovens de Santo André protagonizam projeto apoiado pela ONU
Com financiamento da Agência de Assentamentos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU-Habitat), começa hoje o projeto “Jovens Lideranças Ambientais Urbanas” no Conjunto Habitacional Prestes Maia de Santo André (SP). O projeto foi um dos 67 projetos selecionados pelo Fundo de Oportunidades para o Desenvolvimento Impulsionado pela Juventude da ONU-Habitat entre mais de mil projetos de 86 países, todos envolvendo liderança de jovens para uma urbanização sustentável. No Brasil foram aprovados, no total, três projetos, anunciados hoje (5 de outubro) como parte das comemorações do Dia Mundial do Habitat no Rio de Janeiro.
As ações do projeto serão coordenadas por jovens que moram no próprio conjunto e que participam da ONG Alma Ambiental, uma organização juvenil que promove arte-educação focada em questões ambientais urbanas. Junto com diversos parceiros - incluindo as ONGs Movimento de Defesa de Moradores de Favela de Santo André - SP; Peixes, Pessoas e Água - MG e World Fisheries Trust - Canadá - buscam o envolvimento de toda comunidade com questões ambientais que afetam a qualidade de vida. A proposta é incentivar ações lideradas por jovens da própria comunidade através de capacitação em educação ambiental, liderança e desenvolvimento de projetos no sentido de melhorar a gestão do lixo e contribuir para a implementação de áreas verdes. Depois de implementar os projetos, os jovens continuarão sua capacitação e contribuirão para a cidade como estagiários em organizações parceiras que trabalham com meio ambiente e inclusão social.
“As questões ambientais estão muito ligadas à inclusão social - ou seja, moradores de bairros populares devem ter acesso à área verde, limpeza pública e educação ambiental de qualidade na mesma medida dos moradores do resto da cidade” – afirma a coordenadora do projeto e moradora do conjunto Sarah Bryce, 29 anos. O coordenador adjunto, Edinilson Ferreira dos Santos, 29 anos e morador há 6 anos do conjunto, diz: "É uma comunidade formada por pessoas que vieram de diferentes cantos da cidade, em grande parte por meio de projetos de urbanização de favelas. Então sempre buscamos fortalecer laços entre as pessoas através de eventos comunitários. Nós queremos aproveitar o dinamismo e criatividade que os jovens têm para fortalecer ainda mais esta comunidade."
O lançamento do projeto acontecerá no Conjunto Prestes Maia, dia 12 de Outubro às 16h, com oficinas de arte-educação, teatro e apresentação de vídeos, todos voltados aos temas meio ambiente urbano e habitação. O projeto busca parceiros para formar uma rede de apoio para iniciativas protagonizadas por jovens da região; para acompanhar as ações ou entrar em contato com o projeto, acesse o site www.jovensliderancas.org.

sexta-feira, maio 15, 2009

Cuidando das plantas

Um abacaxi todo colorido! Assim é a bromélia, uma "planta hospedeira" típica da Mata Atlântica brasileira, um dos ecossistemas mais ricos do mundo. Ela é chamada assim porque nasce nos galhos das árvores. Em apenas uma árvore é possível encontrar 500 bromélias! E, como precisam da floresta para viver, correm o risco de desaparecer com o desmatamento da Mata Atlântica!

As bromélias dão flores uma vez por ano e desabrocham no inverno. Suas pétalas estruturam-se como se fossem a parte espinhenta do abacaxi, em lâminas que se sobrepõem. São flores lindas e de aspecto selvagem, com cores como azul, vermelho, roxo, amarelo, alaranjado. Imagine só que bonito!

Elas sobrevivem em ambientes com pouca luz, como o interior da Mata Atlântica, que é uma floresta bem fechada. As bromélias acumulam muita água entre suas pétalas, e essa água parada serve de casa para um monte de bichinhos, como insetos, aranhas, larvas e protozoários microscópicos. Por isso as bromélias são importantes para o equilíbrio ecológico da floresta.

Muito resistentes, as bromélias são utilizadas também para decorar casas , porque se dão bem em ambientes fechados. Elas duram de dois a três meses. Mas é preciso ter cuidado se tivermos uma bromélia em casa, pois insetos transmissores de doenças como a malária podem se acomodar entre as flores.

quinta-feira, março 01, 2007

Thiago e Matilde auxiliando coordernadas sobre a maquete


As crianças se interagem com a maquete visualmente e manualmente!!!

quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Crianças participando


Crianças interagindo com a maquete!!!

sábado, fevereiro 10, 2007

Crianças interagindo com a Maquete

A maquete é interativa e ajuda as crianças e outras pessoas a entender o que acontece com uma bacia hidrográfica.

Em umas das nossas viagens á BH


A exposição da maquete no EXPOMINAS em BH.

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Veredas em Três Marias

As veredas são paisagens típicas do Cerrado, onde se vê o Buriti (coqueiro) tem água, como dizia Guimarães Rosa.

A voluntária Jaqueline explicando a montagem da maquete

A nossa voluntária Jaqueline explicando as etapas de montagem da maquete

quarta-feira, janeiro 31, 2007

Sarah passeando na Usina


Sarah visitando a Usina Hidrelétrica de Três Marias.

Valeu Jason Lasuik! ( muito legal escrever esse nome:)


Festa de Despedida do Jason! Valeu Jason!

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Um de nossos belos pontos turísticos de nossa cidade de Três Marias a Cascata das Virgens!

Rio São Francisco


O belíssimo Rio São Francisco, que nesta estação está abundante de água!!!

Barretos


A nossa voluntaria Júnia explicando para alunos. Muito interessante

segunda-feira, dezembro 11, 2006

sábado, agosto 19, 2006

O que é este projeto?

Este projeto de Maquetes Ambientais visa apresentar o retrato de Bacias Hidrograficas que estão em situações de risco. Com a maquete fica mais fácil as pessoas entenderem os impactos ambientais que ocorrem nas Bacias. Isso ocorre porque fazemos apresentações interativas ou seja que exigem a participação efetivas das pessoas.
As fotos abaixo retratam as apresentações e o processo de construção.

sexta-feira, agosto 11, 2006

forum das águas

Jovens participando do quinto FORÚM MINEIRO DAS ÁGUAS em Belo Horizonte. A foto mostra a apresentação da maquete.

domingo, julho 23, 2006

Apresentações em Barretos--SP


Apresentação da maquete em Barretos (SP), acompanhado da secretária de meio ambiente Rita de Cássia e o senhor Evalter.



As criancas são o principal alvo desse projeto para nos ajudar a divulgar todo trabalho de consciêntização ambiental. A foto acima mostra a participação ativa das mesmas vivenciando os impactos que nosso rio São Francisco e muitos outros rios sofrem.

Chovendo na maquete Fazenda municipal de Barretos

Estavamos fazendo uma apresentação em uma fazenda municipal sede da secretaria municipal de meio ambiente de Barretos. Esta água representa uma chuva que leva todos os poluentes para o rio.

sábado, julho 15, 2006



Maquete em construção



Trabalho em equipe.
Jason, nosso facilitador no processo de aprender a construir maquetes.



Equipe da Maquete
Oficina para construção da maquete do Rio São Francisco/Abaete